Faça o Login ou Cadastre-se

CGJ/SP publica sobre ocorrência de fraudes em reconhecimento de firmas

Publicado em: 13/09/2018
COMUNICADO CG Nº 1790/2018
PROCESSO Nº 2018/135119 – SÃO PAULO – JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA DE REGISTROS PÚBLICOS
A Corregedoria Geral da Justiça COMUNICA, para conhecimento geral, o recebimento de informações do Juízo supramencionado, noticiando a comunicação do Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais do 5º Subdistrito - Santa Efigênia – da referida Comarca acerca da ocorrência de fraude em reconhecimento de firma, atribuído ao Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais do 36º Subdistrito - Vila Maria – da mesma Comarca, do proprietário Vando Bento de Araujo, inscrito no CPF nº 284.101.208-52, pessoa que não possui cartão de assinatura depositado na serventia apontada, em Autorização de Transferência de Propriedade de Veículo – ATPV, do veículo VW/SAVEIRO 1.6 CS, 2010/2011, placa HKH8755, RENAVAM nº 00257083820, na qual figura como comprador Wilckmar Rodrigues dos Santos, portador do RG nº 62705868, inscrito no CPF nº 143.573.526-90, mediante emprego de selo nº 1053AA0124466, declarado como furtado, pertencente à serventia comunicante, de etiqueta e carimbos fora dos padrões adotados pela unidade.
 
COMUNICADO CG Nº 1793/2018
PROCESSO Nº 2018/133274 – SÃO PAULO – JUIZ DE DIREITO DA 2ª VARA DE REGISTROS PÚBLICOS
A Corregedoria Geral da Justiça COMUNICA, para conhecimento geral, o recebimento de informações do Juízo supramencionado, noticiando a comunicação do 26º Tabelião de Notas da referida Comarca acerca da ocorrência de fraude em reconhecimento de firma de Luiz Massayoshi Suguiura, inscrito no CPF nº 088.939.048-40, representante da empresa CT Comércio de Cosméticos e Perfumaria LTDA EPP, inscrita no CNPJ nº 09.295.583/0001-08, em Recibo, datado de 27/06/2017, no qual atesta o recebimento de valores referente ao DI nº NF C025523A, da Pé e Mão Delivery Salão de Beleza LTDA-ME (Pulsazione Fotodepilação), inscrita no CNPJ nº 15.278.049/0001-88, tendo em vista que o signatário não possui cartão de assinatura aberto na serventia e o suposto escrevente que subscreve o ato não pertence ao seu quadro de prepostos, bem como emprego de etiqueta e selos fora dos padrões adotados.

Fonte: DJE/SP
Tags relacionadas: Fraude, Reconhecimento de firmas