Faça o Login ou Cadastre-se

Veja São Paulo: Mulher revela por que adotou o sobrenome do ex-marido após o divórcio

Publicado em: 14/05/2018
"Sei que sou minoria", desabafou a mulher após a repercussão da história inesperada
 
É comum que mulheres adotem o sobrenome de seus maridos após o casamento. Se o relacionamento termina em divórcio, no entanto, o último nome é rapidamente removido. Joanna Lovell, no entanto, tem uma história um pouco diferente. Muitos conhecidos questionam a mulher por ainda manter o sobrenome do ex-marido, mesmo após o término. A resposta dela é bastante curiosa. O motivo? Ela só adotou o sobrenome do ex-companheiro após a separação.
 
Ao The Daily Mirror, Joanna revelou que nunca chegou a ter um casamento tradicional com o ex-marido. “Eu nunca quis ter o nome do meu ex-marido. Mas eu sempre quis ter o mesmo sobrenome dos meus filhos. Eu carreguei essas crianças por nove meses. O meu filho mais velho me fez uma mãe. Eu o amamentei por 14 meses e amamentei a minha filha por um ano. Fiz os turnos noturnos, interrompi a minha carreira para ser uma mãe em tempo integral… Eu vivo com eles e estou criando meus filhos. Ter um nome diferente das duas pessoas que eu mais amo no mundo parece uma loucura para mim. Eles são parte de mim e eu quero que o mundo saiba que eles são meus filhos. Na minha opinião, dividir o sobrenome completa a nossa família“, explicou Joanna.
 
“Eu acredito que mereço o nome dos meus filhos e eles merecem uma mãe com o mesmo sobrenome que eles“, contou a mulher. A decisão de Joanna, no entanto, não foi fácil. “Ligar para o banco foi divertido. Você diz que está ligando para mudar o seu nome e eles assumem que você se casou e te parabenizam. Eu, então, tentei explicar: ‘não, na verdade nós nos separamos, mas eu quis ter o mesmo sobrenome dos meus filhos’. Após muitas ligações, eu apenas respondia com um ‘obrigada’“, relembrou a mulher. “Tudo por uma vida mais fácil!“.
 
A mulher também acredita que seria impossível trocar os nomes das crianças para seu sobrenome de solteira: “Eu nem perguntei para o meu ex se ele trocaria o nome dos nossos filhos para o meu antigo sobrenome porque eles nasceram e foram registrados como Lovell. Nós escolhemos o primeiro e o nome do meio juntos. Fizemos questão de que os nomes deles tivessem uma boa sonoridade“.
 
Joanna também estava cansada de ser questionada sobre a maternidade das crianças. “Não há nada pior do que ir ao médico ou lugares como o hospital e responder se você é a mãe das crianças. Sim, eu dei à luz, eles são meus filhos. As pessoas nunca fazem esse tipo de pergunta quando se tem o mesmo sobrenome“, desabafou a mulher. Questionada se pretende mudar o sobrenome novamente após um novo casamento, ela responde: “Não gosto de me preocupar com problemas que não existem. Eu vou pensar a respeito se conhecer a pessoa certa. Mas acho muito importante ter o mesmo sobrenome dos meus filhos. Sei que sou uma minoria. Sei que muitas mulheres que casam, têm filhos, se separam e mudam seus nomes novamente“.

Fonte: Veja São Paulo
Tags relacionadas: Divórcio, Sobrenome