CNB/SP subsidia integralmente a AN do e-Notariado para seus associados

Publicado em: 06/11/2020

O Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB/SP), considerando a importância da plataforma e-Notariado para a população brasileira e para os notários, além de levar sempre em consideração os interesses de seus associados - bem como a inserção de cada um deles no meio tecnológico, apresenta o novo projeto de Subsídio Integral das Taxas de Autoridade Notarial (AN) para todos os associados que estiverem em dia com suas mensalidades.

De acordo com o Colégio Notarial do Brasil - Conselho Federal (CNB/CF), entidade gestora do e-Notariado nos termos do Provimento n° 100/2020 do CNJ, é indispensável que cada um dos tabeliães de notas seja uma Autoridade Notarial (AN), atributo que permite ao notário emitir os certificados digitais notariais para a assinatura digital das partes nos atos eletrônicos. 

Para a viabilização de todo este processo, recentemente, o CNB/CF, explicou que em um primeiro momento, subsidiou o custo de manutenção da nova plataforma, mas que a partir de novembro de 2020, passará a ser cobrada uma taxa mensal de R$ 25,00 por Autoridade Notarial (AN) cadastrada, além de outros custos, conforme exposto no informe enviado pelo CNB/CF, reforçado pela seccional de São Paulo na Circular Notarial n° 3598.

Assim, diante desse cenário, o CNB/SP envidou esforços para assegurar aos seus associados a viabilidade financeira de serem Autoridades Notariais (ANs), e, agora, tem a satisfação de comunicar que subsidiará mensalmente o custo das ANs aos seus associados. 

Toda essa iniciativa se propõe a estimular os notários do estado a estarem 100% inseridos na plataforma e-Notariado, acompanhando as maiores tendências do atual mercado digital. 

O CNB/SP almeja, com isso, elevar cada vez mais o setor extrajudicial a uma classe disruptiva, com alto grau de excelência, que se adapta de maneira ágil e eficiente a qualquer situação tecnológica.

Fonte: CNB/SP