TJ/SP: Eleições para cargos de cúpula e direção do TJ/SP e EPM acontecem nesta quarta-feira

Publicado em: 03/12/2019
Pela primeira vez votação será por sistema on-line
 
As eleições para os cargos de direção e cúpula do Tribunal de Justiça de São Paulo e da Escola Paulista da Magistratura no biênio 2020/2021 acontecem nesta quarta-feira (4). Pela primeira vez a votação será por sistema on-line, que pode ser acessado pelos desembargadores de qualquer computador ou dispositivo móvel.
 
O primeiro turno vai da zero hora ao meio-dia. O resultado será anunciado no Salão dos Passos Perdidos do Palácio da Justiça, assim que encerrado o período de votação. Se houver segundo turno, será das 13 às 16 horas, pelo mesmo sistema. No site e na intranet serão disponibilizados banners que remeterão para o sistema de votação – www.tjsp.jus.br/eleicoes. O TJ/SP também disponibilizará terminais no Palácio da Justiça (das 9 às 16 horas). Confira vídeo explicativo sobre os procedimentos de votação.
 
Votam para os cargos de direção (presidente, vice-presidente e corregedor-geral) todos os desembargadores do TJ/SP – há, atualmente, 359 desembargadores. Já para os cargos de cúpula, os desembargadores votam apenas para o presidente da Seção que integram – Direito Público, Direito Privado e Direito Criminal. Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa de maioria absoluta (metade dos integrantes, mais um).
 
Para eleição do Conselho Consultivo da Escola Paulista da Magistratura (EPM) também votam todos os desembargadores, sendo necessária apenas a maioria simples dos votos para a vitória da chapa.
 
Confira os candidatos:
 
Presidência
 
Artur Marques da Silva Filho
 
Geraldo Francisco Pinheiro Franco
 
Carlos Henrique Abrão
 
Vice-Presidência
 
João Carlos Saletti
 
Renato Sandreschi Sartorelli
 
Luis Soares de Mello Neto
 
Luiz Fernando Salles Rossi
 
Dimas Borelli Thomaz Júnior
 
Corregedoria Geral da Justiça
 
Mário Devienne Ferraz
 
Carlos Eduardo Donegá Morandini
 
Ricardo Mair Anafe
 
 
Presidente da Seção de Direito Público
 
Ricardo Cintra Torres de Carvalho
 
Paulo Magalhães da Costa Coelho
 
 
Presidente da Seção de Direito Privado
 
José Henrique Arantes Theodoro
 
Dimas Rubens Fonseca
 
 
Presidente da Seção de Direito Criminal
 
Guilherme Gonçalves Strenger
 
Walter da Silva
 
 
Escola Paulista da Magistratura
 
Chapa: Luís Francisco Aguilar Cortez
 
Diretor: Luís Francisco Aguilar Cortez
 
Vice-Diretor: Milton Paulo de Carvalho Filho
 
Seção de Direito Privado: Renato Rangel Desinano
 
Seção de Direito Privado: Dácio Tadeu Viviani Nicolau
 
Seção de Direito Público: Moacir Andrade Peres
 
Seção de Direito Público: Luciana Almeida Prado Bresciani
 
Seção de Direito Criminal: Fernando Antonio Torres Garcia
 
Seção de Direito Criminal: Adalberto José Queiroz Telles de Camargo Aranha Filho
 
Juiz de entrância final: Manoel Luiz Ribeiro
 
 
Chapa: João Batista Amorim de Vilhena Nunes
 
Diretor: João Batista Amorim de Vilhena Nunes
 
Vice-Diretor: Roque Antonio Mesquita de Oliveira
 
Seção de Direito Privado: José Carlos Costa Netto
 
Seção de Direito Privado: Carlos Alberto de Campos Mendes Pereira
 
Seção de Direito Público: Ricardo Henry Marques Dip
 
Seção de Direito Público: Vera Lucia Angrisani
 
Seção de Direito Criminal: Newton de Oliveira Neves
 
Seção de Direito Criminal: Miguel Marques e Silva
 
Juiz de entrância final: Guilherme Ferreira da Cruz

Fonte: TJ/SP
Tags relacionadas: Eleições, TJ/SP, EPM